Os novos lideres…

novos lideres

A eleição de Donald Trump veio abrir o mundo a um novo tipo de liderança…

Pela primeira vez em muitos anos, alguém fora do sistema venceu categoricamente umas eleições…

O establishment foi derrotado em toda a linha, por alguém que no fundo se limitou a personificar o sonho Americano…

O que nos leva a fazer uma comparação com o nosso País…

Portugal é um país pequeno…

A distância de Chaves a Faro percorre-se em poucas horas, mesmo pela velha Estrada Nacional 2

E no entanto quem ver um Telejornal, vê normalmente uma luta desenfreada pelo poder, a qual tem sido altamente lesiva para o país e para os cidadãos…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

Um partido quando chega ao poder em Portugal, parece ter como objectivos supremos a reversão de tudo o que foi feito anteriormente, e em seguida colocar membros seus em pontos chave do poder…

 

É como se de repente os que lá estavam antes passassem a ser acéfalos, e todas as suas decisões tivessem que ser revertidas…

No fundo os partidos em Portugal presos nas suas ideologias, não conseguem ver para além das suas cartilhas doutrinárias…

E os seus líderes têm dificuldade em ver além do seu próprio umbigo…

O poder é algo inebriante…

O que normalmente leva a que a população em geral saia lesada…

Os membros dos partidos, são normalmente pessoas que fizeram desses partidos o seu modo de vida…

Passam pelas juventudes partidárias, ascendendo depois dentro de uma estrutura hermética e muitas vezes obsoleta, que tem como único objectivo a obtenção do poder a qualquer preço…

Sem um pingo de sentido patriótico…

Portugal precisa de um líder forte…

Decidido…

Que tenha na melhoria das condições de vida dos portugueses o seu único objectivo…

Que tenha coragem de fazer reformas estruturais…

Que não se importe de chocar de frente contra interesses instalados…

Fui há um tempo atrás à Assembleia da República

 




 

Não deixei de me sentir chocado com tamanho luxo…

Entre deputados, assessores, funcionários de partidos e outros que nem soube bem o que faziam, o Parlamento Português é um triturador de dinheiro…

Será que mais de 200 deputados não são demais?

Será que quem tem uma pensão de 250 euros consegue entender tanta mordomia?

Será que um país que tem um défice crónico, não consegue repartir de uma forma mais justa a sua riqueza?

Fica a ilusão que todos têm o rabo preso…

No fundo habituaram-se a viver numa gaiola dourada…

Sem fazerem a mínima ideia das dificuldades do cidadão normal…

Sem pretenderem perder qualquer tipo de direito que acham que é eterno…

Trump faz parte de uma nova geração de líderes…

Sem ligações concretas a um partido…

 




 

Cada vez mais urge o aparecimento de movimentos de cidadãos que discutam a liderança das várias instituições…

 

Pessoas que ao longo da sua vida tiveram contactos com a realidade de um país…

De uma região…

Movimentos que se norteiem apenas pela vontade de fazer bem…

De fazer melhor…

De fazerem do seu país, um sítio mais justo…

Mais solidário…

Onde a inteligência e a capacidade de fazer o bem, substituam o cartão partidário…

Pessoas que saibam aproveitar os parcos recursos que são de todos nós, e os ponham ao serviço do bem comum…

Pessoas que mantenham vivo o sonho de fazer deste país, claramente um sítio mais aprazível para si e para as gerações que lhes hão-de suceder…

Portugal precisa de novos lideres…

Sob pena de ser ad eternum um país adiado no que diz respeito à justa distribuição da riqueza, e da esperança a ela associada…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

Ler outros textos de António Franco: Aqui… e se gostou, partilhe este texto para que mais pessoas possam ler!

 

 

Última atualização do artigo a

Gostou do artigo? Deixe um comentário: