O Mundo das Arianas Grandes…

o terrorismo

Escrevo hoje sobre o mundo paralelo no qual algumas pessoas parecem viver…

Entre todas essas pessoas, os artistas e as “vedetas” de televisão assumem particular destaque…

Parecem viver numa espécie de casulo, de onde de vez em quando conseguem sair, sempre que a realidade se impõe…

Há uns anos atrás fui à RTP Porto para gravar um programa vespertino…

Estava ali ao lado de figuras ilustres como Carlos Lopes e o Professor José Hermano Saraiva, quando a apresentadora surgiu aos gritos no camarim…

Pensámos todos que lhe tinha acontecido algo de grave…

No fim a “personagem” em causa justificou-se…

A senhora do guarda roupa, não tinha arrancado uma etiqueta que a t-shirt tinha…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

A apresentadora recusava-se vestir a dita peça de roupa, alegando que a marca não lhe tinha pago nada para ela a vestir…

 

O Sr. Carlos Lopes, campeão Olímpico da maratona olhou para mim….

Sorriu e disse…

“Tá tudo maluco”…

Uns anos mais tarde fui a Lisboa a outro programa…

Uma actriz conceituada da nossa praça, ao ser-lhe entregue uma garrafa de água do Fastio, (Passe a publicidade), perguntou-me….

O António vai beber essa água?…

Eu, morto de sede respondi que sim…Claro…

Ela insistiu…

 




 

A água do fastio paga-lhe alguma coisa?

Respondi que não…

Ela exigiu que a produção lhe retirasse o rótulo da garrafa, alegando que não fazia publicidade gratuita…

Eu bebi a minha tranquilamente, enquanto ela vociferava por todos os lados…

Anteontem em Manchester houve um atentado que vitimou várias pessoas, num concerto de Ariana Grande…

Muitas delas eram crianças…

 

Há uns tempos atrás, Ariana Grande foi uma das centenas de artistas a apoiar a multiculturalidade na Europa

 

Viu anteontem “In loco” o resultado dessa nobre causa…

Mas há uma diferença…

Enquanto que os pais em desespero procuravam o nome dos seus filhos entre a lista dos mortos, Ariana regressou ao camarim protegida por homens do MI6 e do serviço secreto Norte Americano

Onde se manteve até embarcar para o seu paraíso de Boca Raton na Florida

Onde vive protegida por muros e câmaras de vigilância…

Num condomínio de luxo…

Assim é fácil defender causas…

Protegida por uma segurança intransponível…

O contacto com a realidade acaba por lhes ser inócuo…

Porque não vivem nela…

 

Uma das mulheres mais ricas do mundo, a actriz Maryl Streep, afirmava a pés juntos todo o tipo de idiotices sobre os refugiados...

 

Mas afirmava isso onde?

Atrás dos muros da sua luxuosa mansão em Santa Mónica

A falta de contacto com a realidade leva estas pessoas a defenderem causas aberrantes, só porque “é giro”…

Mas defendem-nas na segurança dos seus “Casulos”…

Ariana que há uns tempos atrás dizia “Eu odeio a América”, decerto sente-se hoje muito bem, ao gozar da segurança que o país que diz odiar, lhe proporciona….

Mas já teve um contacto com uma realidade atroz…

 




 

Katy Perry, dizia ontem que todos temos direito à co-existência….

Mas dizia isto na sua casa de Los Angeles...

Não dizia isto em Manchester…

Nem dizia esta barbaridade, a alguma mãe que tenha perdido o seu filho no atentado terrorista…

Nem no meio dos destroços provocados por uma explosão bombista…

 

Ao darmos crédito a esta gente, temos que ter sempre em atenção, que a maior parte deles vive de uma forma completamente a lesta da realidade do ser humano comum…

 

Se seguirmos a sua doutrina, corremos o risco de defender causas sem alguém que nos proteja…

Sem muros de protecção…

Sem câmaras de vigilância…

Parece-me que por detrás desta hipocrisia, alguns artistas seguem a máxima Brasileira…

Pimenta na tua bunda, para mim é refresco…

E essa diferença entre pimenta e refresco, quando se trata da diferença entre a vida e a morte é sempre uma diferença enorme…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

 

Ler outros textos de António Franco: Aqui… e se gostou, partilhe este texto para que mais pessoas possam ler!

 

Última atualização do artigo a

Gostou do artigo? Deixe um comentário: