covão da ametade

Covão da Ametade, uma beleza não pela metade mas por inteiro!

Rodeado de imensa vegetação nomeadamente por bétulas, o Covão da Ametade é por isso um ecossistema com grande biodiversidade.

No início do Vale Glaciário do Zêzere, onde nasce o Rio Zêzere, encontramos o Covão da Ametade.

A 1420 metros de altitude, no coração da Serra da Estrela, este local, antiga lagoa de origem glaciar faz as delícias de quem o visita.

Inacessível apenas quando a neve o impede, proporciona especialmente aos desportistas que se inicie aqui a maioria dos desportos que praticam, seja Verão seja Inverno, a sua beleza é inquestionável.

Não é mais do que uma depressão mal drenada situada num covão glaciar a jusante do covão cimeiro.

Rodeado de imensa vegetação nomeadamente por bétulas, o Covão da Ametade é por isso um ecossistema com grande biodiversidade.

covão da ametade
O Covão da Ametade merece ser contemplado com calma

É uma beleza inexplicável, ficamos como que num círculo e em volta a beleza toma conta do recado.

Cercados por vegetação e pelas águas límpidas sempre a correr, fica a saber que é permitido acampar.

Respeitando como é evidente a característica do local deixando ali só o que a natureza permite, as nossas pisadas.

O granito rico e imenso pode ser bem contemplado, é o Cântaro Magro assim denominado.

Mas para que o leitor se situe devidamente, o Covão da Ametade é constituído por três cântaros:

São eles o Cântaro Raso, mais a Sul, o Cântaro Magro (que já falámos), central e emblemático de toda a serra e por fim o Cântaro Gordo, situado a Norte.

Covão da Ametade
Aqui, no Covão da Ametade, o Rio Zêzere começa a ganhar forma.

Daqui bem podia ter nascido uma peça teatral, bucólica e poética, porque é mesmo assim que este local se apresenta.

A cerca de 1993 metros de altitude nasce o Rio Zêzere, junto à torre.

Passa pelos três cântaros mencionados mas é no Covão da Ametade que este rio começa a ganhar forma.

Saltita e rodopia durante 248 quilómetros até que desagua no Rio Tejo, mais propriamente em Constância.

O Covão da Ametade é mais que lindo, alguém ainda tem dúvidas?

Conheça o vale, através deste álbum de fotografias:

Já conhece este Covão?

Comente o artigo e conte-me tudo…

E se gostou, partilhe com os seus amigos:

Default image
Sofia
Apaixonada por gastronomia portuguesa e viagem. Adoro viajar pelos recantos mais escondidos de Portugal e provar as melhores iguarias portuguesas.

Deixe um Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.