Sabores da Tibórnia

Fundão apresenta os Sabores da Tibórnia, é claro que vai querer lá estar!2 minutos de leitura.

Até 23 de Dezembro a Cidade do Fundão tem algo para si, Sabores da Tibórnia, também conhecido como Tibornada…

Algo que muitos nunca provaram, algo que quem já provou para sempre ficou rendido!

Um nome que pode parecer estranho, floreado mas que significa tão somente pão torrado regado com azeite novo.

Em criança lembro-me de comer esta beleza no lagar onde o meu avô trabalhava e não me esqueço, sabe tão bem…

 




 

Foi a pensar neste paladar e na preservação do azeite que o Fundão criou esta iniciativa: Sabores da Tibórnia.

 

Paladar este que era apenas privilégio dos lagareiros enquanto trabalhavam nos lagares.

Pastelarias e restaurantes da cidade estão de portas abertas.

Não só de pão torrado se vai fazer a Tibórnia, vai haver inovação, criatividade mas sempre com o paladar do azeite novo em cima da mesa.

Para ficar com um gostinho na boca do que pode provar nesta cidade…

Digo-lhe que pode provar bolos de azeite, biscoitos, filhós, tibórnia vegetariana, tibórnia de lombinho com redição de vinho do porto e castanhas glaciadas e até mesmo tibórnia doce.

Como o azeite novo aqui é o anfitrião, vão promover-se como é óbvio provas de azeites, azeitonas e voltamos ao ataque…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

Tibórnia de broa de milho e farinheira, de enchidos, de bacalhau, polvo, lulas e imagine-se, uma belíssima sobremesa de pudim de azeite acredita?

A inovação é palavra de ordem mas a tradição também.

Termina um ano com a moagem da azeitona mas com as boas vindas ao azeite novo…

E, para comemorar, nada melhor do que os Sabores da Tibórnia para o apresentar das mais diversas maneiras e paladares.

Sabores já vimos que são mais de mil e o ingrediente especial?

Esse é só um, o azeite beirão!

Vamos prová-lo?

 

Deixe aqui o seu comentário:

Também vai gostar de ver:

Partilhe com os seus amigos:

Nascida em Portalegre no ano de 1978 mas foi em Nisa que vivi até 2007, o destino levou-me para a Charneca de Caparica.
Com formação em Comunicação e Relações Públicas, posso dizer que sou orgulhosamente Alentejana mas acima de tudo sou isto… apaixonada pela descoberta de novas sensações e pela comunicação.