Receita de tigelada tradicional à moda de Nisa

Atualizado em
receita de tigelada tradicional

Vou apresentar-vos uma receita de tigelada tradicional, influenciada pelas gentes e costumes da minha região.

Em Nisa, a Tigelada é um doce muito apreciado, sobretudo na época da Páscoa.

Cozida em forno de lenha, num caçoilo de barro não vidrado…

A Tigelada é um doce que faz parte da tradição de doçaria conventual.

Situada originariamente a partir das povoações do norte do Ribatejo e do Alentejo.

receita de tigelada portuguesa
Tigelada antes e depois de ir ao forno.

Da região de Abrantes até Nisa, a norte e a sul do curso do Tejo…

A tigelada populariza-se como um doce de Páscoa e sofre as suas distintas variações e processos de confecção.

A memória conventual da doçaria e neste caso particular da tigelada tradicional está associada a uma tradição festiva.

Que se tem perdido no tempo…

Mas sofre as suas influências a partir da introdução de certos hábitos alimentares…

Não só nos conventos, mas gradualmente também nas populações:

O ovo e o leite como símbolos, não só alimentícios, mas também espirituais…

Sendo por isso dois dos ingredientes centrais de toda a confeitaria conventual.

A substituição (ou complemento) do mel e o surgimento do açúcar e das especiarias na deriva dos descobrimentos.

Esta receita de tigelada tradicional popularizou-se com o avançar dos tempos.

receita de tigelada portuguesa
Ingredientes usados para fazer a Tigelada.

Reunindo ela própria um conjunto de elementos que se conjugam no modo de vida e no meio ambiente onde teve origem…

O uso de potes de barro, típico alentejano faz com que a  cozedura em forno de lenha e a uma temperatura superior, fique com um sabor único…

E a conjugação dos ingredientes propriamente ditos: os ovos, o açúcar (ou o mel), o leite, a farinha, aromatizados com a erva-doce e a canela.

Mas o melhor é mesmo ver o vídeo…

Para apresentar esta receita, quem melhor que as suas gentes?

Especialmente a minha mãe.

Delicie-se!

Assista a outros vídeos no nosso canal: Tapa ao Sal TV

Já provou este doce conventual?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.