Vamos ao Mercado Municipal da Nazaré!

Mercado Municipal Nazare

Quem visita a Nazaré, não pode deixar de conhecer o Mercado Municipal Nazare.

A qualidade do peixe fresco na Nazaré está bem patente, mal nasce o dia, nas bancas do mercado desta zona piscatória, onde ainda há quem apregoe os seus produtos com a alegria e cor de outros tempos.

Encontro o peixe mais fresco, vindo daquele imenso mar que nos rodeia…

Tudo o que encontro aqui, tem uma elevada qualidade e frescura…

As varinas Nazarenas com as suas sete saias, dão um ar mais típico e agradável ao mercado…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

É do Mercado Municipal Nazare, que levo o melhor deste mar…

 

Durante a  minha visita ao mercado lá se ia ouvindo “minha linda prova que é tão bom”…

Existe uma disputa entre alguns vendedores…

 




 

Mercado Municipal Nazare
Comprar no mercado municipal da Nazaré permite-nos apreciar a qualidade dos produtos.

Aproveitei já que é um local onde posso encontrar os produtos mais frescos da região, e comprei alguns legumes, fruta e claro um peixe fresco…

Ao percorrer os corredores é estar constantemente a ouvir os vendedores a chamar-nos, e fico com a vontade de comprar a todos…

A diferença nos preços também é notória…

comprei algumas nozes a um preço, e um pouco mais à frente eram bem mais baratas…

 




 

Mercado Nazare
Diversidade de cheiros, texturas e cores, fazem parte do mercado da Nazaré.

Mas é assim que funcionam os mercados, é algo que nos alegra quando visitamos…

Ir ao mercado é um hábito que se perdeu um pouco, devido às grandes superfícies.

Mas conseguimos encontrar produtos bem mais frescos e a um preço agradável…

Todas as oportunidades são boas para fazer uma visita ao Mercado.

O convívio que temos é realmente único…

A alegria de visitar o mercado municipal da Nazaré, enche-me o coração…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

Conheça o Mercado Municipal da Nazaré, através deste álbum de fotografias: 10 Fotografias Flickr

 

Mercado Municipal da Nazaré

Última atualização do artigo a

Gostou do artigo? Deixe um comentário: