Ermida-de-Nossa-Senhora-da-Graça-Nisa

Ermida de Nossa Senhora da Graça em Nisa

Ermida de Nossa Senhora da Graça em Nisa, situa-se a cerca de 3km desta vila. A própria vila terá tido origem neste Monte.

Na alma de cada nisense, está desde sempre a devoção na santa padroeira Nossa Senhora da Graça.

Não haverá nenhum nisense que não sinta um carinho especial mesmo sem ser crente pela santa da vila.

Desde de sempre assim o foi, uma devoção bem vincada e sendo o maior orgulho de todos.

É no cimo do cabecinho que encontramos a sua ermida, bem no alto sem nunca a perdermos de vista.

Lugar onde a calmaria e ventinho sempre se encontram…

Local de culto onde o respeito impera…

O panorama é maravilhoso, perdendo-se entre montes de baixa elevação numa região onde o tempo parece ter parado…

Propondo uma imensa paz de espírito, avistando-se as Serras de São Mamede e da Estrela.

O Miradouro de Nossa Senhora da Graça situa-se a cerca de 3km de Nisa…

Senhora-da-Graça-em-nisa
Ermida de Nossa Senhora da Graça em Nisa.

No topo do monte que encima a vila, na bonita Ermida de Nossa Senhora da Graça.

A própria vila de Nisa terá tido origem neste Monte, quando ainda apelidada de Nisa-a-Velha, onde existiria um antigo Castro, tendo-se mantido Nossa Senhora da Graça como a Padroeira de Nisa.

É no dia da Romaria de Nossa Senhora da Graça que tem lugar anualmente na segunda-feira de Páscoa, que a vila retorna a sua antiga morada.

Os nisenses correm até lá e o dia é pleno de festa para todos…

Começando bem cedo, as celebrações têm início e é os momentos mais dedicados ao reconforto espiritual…

Todos os filhos da terra regressam para as celebrações da Páscoa e para o dia da padroeira da vila…

É dos dias mais alegres que se pode ter em Nisa.

O dia é passado no culto a Nossa Senhora da Graça, e a festa também é feita no local.

Os populares levam as suas merendas e é dividindo o almoço com a família que ali permanecem.

Uma partilha de emoções e sobretudo um convívio único.

Muitas das vivências que antigamente encontrávamos no dia da Nossa Senhora da Graça já se perderam, fazendo parte das recordações dos mais novos…

Quem não se lembra de no dia da Senhora da Graça comprar uma santinha de açúcar?

Do Ti Serralhinha…

Belos tempos que já não voltam…

Mas temos o dever de manter esta e outras tradições mais peculiares do nosso país…

Se todos contribuirmos com a nossa dedicação as tradições não se perdem…

Ainda hoje grupos de senhoras se juntam para decorar e limpar a ermida dias antes da romaria, de modo a que estejam nas melhores condições quando a população lá chega.

São pessoas que lutam para que a ermida se mantenha de pé, e todo o orgulho que têm pela padroeira de Nisa…

Temos todos o dever de agradecer a quem continua a lutar para que todos os anos se possa realizar a mais linda de todas as romarias…

escadas senhora da graça em nisa
Escadas de acesso à Ermida de Nossa Senhora da Graça.

Porque não são apenas as nossas memórias que marcam a história desta tão grande padroeira deixo alguns excertos do livro Memória Histórica da Notável Vila de Niza, de José Diniz da Graça Motta e Moura, que nos mostra como há já muitos anos o dia da romaria era vivido com tanta alegria e devoção por todos os nisenses.

Transcrição do Livro “Memória Histórica da Notável Vila de Niza”

“Dos templos de Niza a velha, e d´aquelles que ha ou se demoliram no termo da nova.

O primeiro e principal templo de Niza a velha é o de nossa madrinha a Virgem da Graça, que foi a matriz da antiga villa, e a sua mais populosa freguezia: estava situada junto do castello, como que para abrigar-se a elle de qualquer perigo, no logar mais elevado da povoação, dominando assim todas as outras egrejas, que d´ella se avistam assim como o precioso titulo da Graça predomina sobre os outros, porque se invoca a Santissima Virgem, que o habita: é também a mais antiga das que talvez no districto ha…

No ano de 1738 era ella grande e espaçosa com tres altares, mas estava por tal forma arruinada e perdida, que foi preciso reedifical-a…

Quando a imagem da Virgem fosse feita, e onde não podemos saber dos documentos e escriptos, que consultamos: querem uns, que pela similhança, que lhe acharam com outras, que vieram de Inglaterra, que ella também fosse feita n´este paiz, onde se trabalhava em remotas eras com muita perfeição n´esta qualidade de obras, outros auctores porém affirmam que ella foi feita pelos mestre da Ordem do Templo, a quem a egreja da villa pertenceram…

fotografia ermida senhora da graça nisa
Envolvente da Ermida.

Ella é também a comadre e madrinha da maior parte dos habitantes de Niza , que para mais a venerarem tomam o seu nome e appellido.

Quando porém se conhece a grandeza da fé, e a confiança ilimitada, que os de Niza depositam na Virgem da Graça, é quando falta a agua e a chuva por dilatado período, e que os vegetaes começam a seccar, os gados a morrer e as searas a definhar; porque como o povo todo é agricola, e sabe que nos vegetaes, nos gados e nas searas está a sua riqueza toda, e que faltando elles, a sua perda e miseria é certa…

Correm em massa á sua egreja, tiram-n´a do altar e trazem-n´a em procissão para a villa…

É festejada na primeira oitava da Paschoa, e o dia da sua festa é um dia de galla e regosijo para todas estas povoações em roda.

Antigamente saia o povo com o seu clero e a sua camara em procissão cantando a Salve Rainha, e assim ia até á capella da Virgem, onde se fazia a festa”.

Siga o álbum de fotografias que preparamos desta viagem riquíssima de conhecimento:

Fotografias senhora da graça em nisa

Já conhece este lugar de culto?

Comente o artigo e conte-me tudo…

E se gostou, partilhe com os seus amigos:

Default image
Sofia
Apaixonada por gastronomia portuguesa e viagem. Adoro viajar pelos recantos mais escondidos de Portugal e provar as melhores iguarias portuguesas.
Deixe um Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.