Vila Viçosa

Vila viçosa, onde a harmonia e a cultura se cruzam4 minutos de leitura.

Vila Viçosa é conhecida como a “Princesa do Alentejo”.

Apesar de pequena, é uma das mais preciosas e encantadoras do Alentejo.

Pertence ao Distrito de Évora, e região do Alentejo…

Deve-se o nome Vila Viçosa à fertilidade dos solos e aos encantos do seu território.

Esta vila alentejana é a terra onde nasceu uma das mais ilustres poetisas portuguesas, Florbela Espanca.

A autora escreveu belíssimas obras de arte da nossa literatura e foi pioneira do movimento feminista em Portugal…

Conseguiu levar longe o então desconhecido nome de Vila Viçosa…

Não só Florbela Espanca nasceu em Vila Viçosa, o ilustre matemático Bento de Jesus Caraça, também é natural desta bela vila…

 




 

Vila Viçosa repleta de História, com um património riquíssimo e invejável…

 

 

Foi e continua a ser a Natureza que providencia a matéria-prima para a criação de variadíssimas peças de rochas decorativas.

O destaque vai para o mármore, que há muito tempo tem um papel fundamental na economia do concelho.

O mármore da região, de qualidade superior e conhecido internacionalmente, abunda na região e é explorado e extraído das cerca de 160 pedreiras existentes.

Na bela vila de Vila Viçosa, a História faz-se de histórias, contada pelas igrejas, pelos conventos, palácios, museus e pelas próprias ruas e gentes.

E, de facto, houve aqui momentos muito importantes, não só para o concelho, mas também para a História de Portugal.

Primeiramente, ao longo dos tempos, Vila Viçosa foi ocupada por, entre outros, romanos e muçulmanos.

Conquistada em 1217 durante o reinado de D. Afonso II, recebe, em 1270, foral de D. Afonso III, que lhe atribuiu a categoria de vila.

 

Vila Viçosa
Vila Viçosa a terra onde o mármore imperou ao longo dos tempos

No século XIV, o Castelo de Vila Viçosa é mandado construir por D. Dinis.

Já no século XV, em 1461, a vila passou a fazer parte do Ducado de Bragança.

No ano de 1500, D. Manuel I convida Jaime I a regressar à corte, restituindo-lhe os títulos anteriores.

A construção do Paço Ducal, o mais emblemático monumento da povoação, teve início em 1502, a mando do Duque Jaime I de Bragança.

Foi então que Vila Viçosa se tornou a sede do Ducado de Bragança.

Em 1640, João II, Duque de Bragança, aceita o trono de Portugal, tornando-se D. João IV e dando início à Dinastia de Bragança.

Daqui para a frente, Vila Viçosa passou a ser a residência real de férias.

 




 

No ano de 1646, D. João IV ofereceu a coroa de Portugal a Nossa Senhora da Conceição.

 

Esta foi a forma de agradecimento pela vitória portuguesa na Guerra da Restauração.

Nossa Senhora da Conceição tornou-se assim Rainha e Padroeira de Portugal.

Mais nenhum rei deste país usou a coroa a partir desta data.

Na década de 1930, com a exploração dos mármores e da abertura do Paço Ducal aos turistas, por vontade de D. Manuel II, Vila Viçosa ganhou nova vitalidade.

Uma vida que ainda hoje é sentida na vila, com os muitos turistas que diariamente visitam tão bela riqueza alentejana.

Em Vila viçosa temos para visitar diversos locais históricos e naturais tais como:

O Museu do Mármore;

A Igreja e Convento dos Agostinhos;

A Igreja de São João Evangelista;

A Igreja de São Bartolomeu;

 

Vila Viçosa
As igrejas de Vila Viçosas são repletas de mármore

A Igreja da Lapa;

O Cruzeiro de Vila Viçosa;

A Igreja e Convento dos Capuchos;

A Casa Museu Bento de Jesus Caraça;

O Museu Agrícola e Etnográfico;

A Porta do Nó;

A Porta da Vila;

A Pelourinho;

O Museu do Estanho Apeles Coelho.

Estes e outro locais que todos devemos conhecer ao visitar a fantástica Vila Viçosa.

Lugar que fica para sempre no nosso pensamento, que nos remete para outros tempos de histórias…

 

Serviços de Fotografia Tapa ao Sal

 

Conheça a Vila Viçosa, através deste álbum de fotografias: 52 Fotografias Flickr

 

Vila Viçosa

 

Já alguma vez visitou Vila Viçosa?

Comente o artigo e conte-me tudo…

E se gostou, partilhe com seus amigos!

Deixe aqui o seu comentário:

Apaixonada pela gastronomia portuguesa e viagem.
Adoro viajar pelos recantos mais escondidos de Portugal, e provar as melhores iguarias portuguesas.

Também vai gostar de ver:

Partilhe com os seus amigos: