Cathedra de Ebora… Apresentamo-nos a todos vós Sé Catedral de Évora

Atualizado em
Sé Catedral de Évora

Bem no alto avistamos a Sé Catedral de Évora.

É até lá que vamos…

Conhecida como Sé de Évora ou Catedral de Évora.

Mas o seu verdadeiro nome é Basílica Sé de Nossa Senhora da Assunção.

A protetora da cidade…

Foi construída num dos pontos mais alto da cidade…

Tal como deve ser construída uma Catedral, no ponto mais alto de cada cidade inserida.

A construção da Sé Catedral de Évora foi iniciada em 1186 e consagrada em 1204.

Os passarinhos voam ao redor da Sé de Évora
Local ideal para apreciar o pôr do sol na Sé de Évora.

Apenas concluída em 1250.

É um monumento fascinante e imponente.

Toda em granito, é marcada pela transição do estilo românico para o estilo gótico.

Foi melhorada durante os séculos XV e XVI…

Sendo dessa época o coro-alto, o púlpito, batistério e o arco da Capela de Nossa Senhora da Piedade ou Capela do Esporão.

Esta capela da Sé de Évora é um testemunho invulgar de arquitetura híbrida plateresca.

No século XVIII, a Catedral tornou-se mais rica com a construção da capela-mor, apadrinhada por D. João V.

Os mármores provenientes de Estremoz assumem particular importância.

Encontramos um lindíssimo Crucifixo, chamado Pai dos Cristos, por cima da pintura de Nossa Senhora da Assunção.

Também um espetacular órgão de tubos do período renascentista.

Podem ver-se duas torres do período medieval de cada um dos lados da fachada da Sé de Évora.

telhado catedral em évora
As torres da Sé.

A torre do lado sul é a torre sineira, aquela cujos sinos mandam no tempo da cidade.

No exterior da Catedral de Évora, o zimbório é o elemento arquitectónico mais espetacular.

Também a torre-lanterna do cruzeiro das naves, do reinado de D. Dinis, coroado por uma agulha de escamas de pedra, é de facto um dos ex-libris deste monumento.

Para além da entrada do pórtico principal, há ainda a Porta do Sol, com arcos góticos, e a Porta Norte, reconstruída no período barroco.

A beleza da Sé de Évora pode ver-se também nas três grandes naves no interior.

Na mais alta, a nave central, encontra-se o altar de Nossa Senhora do Anjo (ou Nossa Senhora do Ó).

Todo ele em talha barroca, com imagens góticas da Virgem Maria em mármore e do Anjo Gabriel.

A Sé Catedral de Évora inclui ainda um Museu de Arte Sacra com um espólio valiosíssimo nas áreas da paramentaria, pintura, escultura e ourivesaria.

Claustro Sé Catedral de Évora
Túmulos de Bispos no claustros da Sé.

De entre as várias peças guardadas destacam-se uma Virgem do Século XIII (Nossa Senhora do Paraíso), a Cruz-Relicário do Santo Lenho (século XIV), o Báculo do Cardeal D. Henrique e a galeria dos Arcebispos.

Este Museu encontra-se instalado no antigo Colégio dos Moços do Coro da Sé, edifício adjacente à catedral.

Há monumentos que, só por si nos roubam todas as palavras.

Onde os nossos pensamentos atuam…

A Sé de Évora é um desses monumentos.

Esta verdadeira raridade descobre-se pouco a pouco lá no alto da cidade, em toda a sua glória.

Não deixe de a visitar e subir ao terraço para ter, de longe, a melhor vista de Évora.

Deslumbre-se na imensidão da cidade, mesmo ao lado aprecie o Templo Romano de Évora noutra perspetiva.

Este é um dos pontos obrigatórios da nossa visita a Évora.

Siga o álbum de fotografias que preparamos desta viagem riquíssima de conhecimento:

Já conhece a Catedral de Évora?

Comente o artigo e conte-me tudo…

E se gostou, partilhe com os seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.