rebuçados dos arcos

Rebuçados dos Arcos, uma doce e inigualável tradição3 minutos de leitura.

Os Rebuçados dos Arcos, inigualáveis pedaços de tradição e de doçura cuja receita é preciosamente guardada por algumas famílias de Arcos de Valdevez.

Poucas tradições resistem tanto à prova do tempo como o doce que vos quero apresentar hoje.

Tive a feliz oportunidade de os provar numa viagem que fiz a essa lindíssima terra do Norte de Portugal.

Já tinha ouvido falar neles e, por isso, decidi experimentar.

Confesso que gostei tanto que trouxe uns quantos para casa…

E não duraram muito tempo.

 

rebuçados dos arcos
Doçaria Central em Arcos de Valdevez.

 

Na verdade, os Rebuçados dos Arcos são uma autêntica demonstração de tradição.

 

Basta olhar para os papelinhos de cores garridas que os revestem para perceber que não nos vamos desiludir.

Lembra-nos logo da infância e dos rebuçadinhos que os nossos pais nos compravam na feira popular ou no arraial lá da terrinha.

Mas há algo de especial e de diferente nestes Rebuçados dos Arcos!

A receita até parece bastante simples: basta ferver água com açúcar numa panela (se for de latão ou de cobre, ainda melhor!) até que a mistura fique em ponto de rebuçado ou de lágrima.

Depois enrola-se o açúcar caramelizado sobre uma pedra mármore untada de manteiga e espera-se que arrefeça.

Quando o cilindro de rebuçado arrefece, é partido em pequenos pedacinhos e embrulhado nos inconfundíveis papéis coloridos.

 



 

Fácil, não é? Pois… Parece que sim.

Mas como qualquer doce típico, há alguma coisa nesta história que só os verdadeiros mestres conhecem.

E já não existem muitos, hoje em dia!

Na verdade, o segredo dos Rebuçados dos Arcos está entregue a meia dúzia de famílias de Arcos de Valdevez.

Mas não se assuste: é muito fácil encontrá-los!

 

Onde posso encontrar os Rebuçados dos Arcos?

 

Bem, a resposta parece óbvia: para encontrarmos os famosos Rebuçados dos Arcos, nada melhor do que dar um saltinho à formosa vila de Arcos de Valdevez.

Tenho a certeza que não se arrependerá de tirar um dia ou uma tarde para passear pelas antigas e acolhedoras ruas desta vila raiana.

Além dos rebuçados e dos doces típicos, não lhe faltarão outras experiências gastronómicas inesquecíveis e atividades de lazer.

Mas voltando à pergunta, um dos locais onde poderá encontrar os deliciosos Rebuçados dos Arcos são as igrejas.

Sim, é verdade!

Durante este período da Quaresma, é bastante comum encontrar simpáticas vendedoras (e vendedores, claro) às portas das igrejas do concelho, à espera que a missa de domingo acabe para adoçar e alegrar o dia de todos os fiéis.

Mas se estiver apenas a fazer turismo, certamente não lhe negarão um pedacinho de felicidade, revestido a cores garridas.

Outra altura propícia para provar os Rebuçados dos Arcos é o Natal.

Mas, neste caso, não será nas igrejas que encontrará as simpáticas vendedoras de rebuçados!

 



 

Em vez disso, terá de procurar o Campo do Trasladário.

É lá que se realiza, todos os anos, a Feira dos Doces e do Chocolate, habitualmente no segundo fim-de-semana de dezembro.

Muito tentador, não é?

Mas não fique desiludido, caso esteja a ler este artigo longe desses períodos festivos.

Tudo o que é bom está disponível o ano inteiro e os Rebuçados dos Arcos não são exceção!

Graças à Doçaria Central, a mais famosa doçaria arcuense…

Poderá prová-los em qualquer altura do ano!

É na rua General Norton de Matos que a poderá encontrar.

À loja e à simpática D. Alzira Galvão, a guardiã das receitas centenárias da sua bisavó Francisca Doceira.

 

Conheça os Rebuçados dos Arcos, através deste álbum de fotografias: 9 fotografias no Flickr

 

Rebuçados dos Arcos

 

Já provou os Rebuçados dos Arcos?

Comente o artigo e conte-me tudo…

E se gostou, partilhe com seus amigos!

Deixe aqui o seu comentário:

Apaixonada pela gastronomia portuguesa e viagem.
Adoro viajar pelos recantos mais escondidos de Portugal, e provar as melhores iguarias portuguesas.

Também vai gostar de ver:

Partilhe com os seus amigos: