história palácio lousã

Palácio da Lousã convida a descobrir a sua história

É na vila da Lousã que encontramos o Palácio da Lousã, também conhecido como Palácio dos Salazares ou Palácio da Viscondessa do Espinhal.

Quem visita a vila da Lousã, não pode deixar de visitar o emblemático Palácio da Lousã, nem que seja por breves minutos a apreciá-lo do lado de fora.

O Palácio da Lousã foi em tempos casa da Viscondessa do Espinhal, ali permaneceu por muitos anos…

Sabia que foi neste palácio, durante as invasões francesas, que o comandante das tropas napoleónicas se instalou, e quando se preparava para fazer uma bela refeição…

Surge o inesperado…

Mas já lhe conto o que aconteceu, vamos primeiro conhecer o Palácio por dentro e toda a sua história.

Construção do Palácio da Lousã

Escadas de acesso ao Palácio da Lousã
Escadas do século XVIII.

Foi construído por ordem de Bernardo Salazar Sarmento d´Eça e Alarcão em finais do Século XVIII…

Terminado em 1818 pelos seus filhos.

Um de seus filhos era Maria da Piedade de Mello Sampaio Salazar, a Viscondessa do Espinhal, uma grande benemérita da vila da Lousã.

Durante muito tempo foi casa da viscondessa do Espinhal.

Sessões de Fotografia

Não deixe os seus momentos esquecidos. Conheça os serviços de fotografia Tapa ao Sal

História do Palácio dos Salazares

O Palácio está associado a episódios das Invasões Francesas.

Sabe-se que o Marechal Masséna, comandante das tropas napoleónicas, se instalara nesta casa, na altura pertencente ao pai da Viscondessa.

Em 16 de Março de 1811, as tropas comandadas pelo Marechal Ney, receberam um inesperado ataque noturno da vanguarda das tropas anglo-lusas e precipitaram-se em pânico pela estreita ponte medieval e por um vau, tendo sido derrotados.

Sala antiga com um toque moderno
Sala do Palácio da Lousã.

Entretanto, Masséna preparava-se para jantar, mas ao receber a notícia do desastre na Batalha de Foz de Arouce, fugiu de forma repentina.

Pouco depois, o Duque de Wellington entrava triunfante na Lousã, e sentando-se à mesa que Masséna abandonara, pôde saborear com redobrado gosto o jantar que tinha sido preparado para o inimigo.

Neste dia, o Duque de Wellington escreveu um relatório de sucessos que está na história da campanha.

Atualmente o Palácio da Lousã foi convertido num hotel, e está classificado como património histórico pelo IPPAR.

Arquitetura

O Palácio da Lousã ou Palácio dos Salazares é uma marca arquitetónica do fim do século dezoito e início do século dezanove.

Os corpos laterais de dois pisos, são os mais antigos, apresentam janelas quadrangulares no piso térreo e, no andar nobre, alternância de vãos de cornija semicircular e recortada em triângulo.

Já no século XIX, mais precisamente em 1818 (conforme a data da fachada), foram introduzidas uma série de alterações, de gosto neoclássico.

Ao corpo central foi acrescentado um andar, com janelas de sacada de moldura recortada e mais trabalhada do que as restantes.

Exibindo nas grades de ferro, o monograma da Viscondessa e do seu marido.

O portal principal, deverá ter sido remodelado na mesma época, rematado por um frontão triangular interrompido.

entrada palácio da lousã
Fachada principal do Palácio da Lousã.

A secção central termina num corpo retangular, onde se inscreve, numa moldura semicircular, o brasão da família.

No interior, destaca-se a escadaria de dois lanços, com patamares.

Muito embora a composição do palácio, nome pelo qual era conhecido devido à sua imponência, denote a evolução arquitetónica e estilística.

Resulta do conjunto uma grande harmonia, fruto da sábia conjugação de linhas tradicionais com outras mais atualizadas.

Funcionalidade do Palácio da Lousã na atualidade

Foi adquirido em 1893 por João Antunes dos Santos…

Natural da Lousã pelo que alguns dos seus descendentes são hoje os seus proprietários.

De palácio passou a um hotel, de quatro estrelas.

Possui 46 quartos e o restaurante “A Viscondessa” onde podemos degustar os mais belos sabores da região…

Piscina com requinte na Lousã
Piscina com o Palácio da Lousã, como cenário de fundo.

Como visitar o Palácio da Lousã:

O Palácio da Lousã foi transformado num hotel, com gestão privada, e as suas visitas poderão ser solicitadas no hotel.

Não poderei confirmar se existem visitas ao Palácio sem ficar hospedado, mas penso que se contactar o hotel saberão responder.

Nossa sugestão de viagem

Visitar toda a serra da lousã é para mim um roteiro que adoro…

Quero sempre repetir, e voltar por mais tempo que passe a vontade é sempre muita.

As suas gentes, a gastronomia deixa qualquer um com água na boca…

Iniciamos uma viagem pelas aldeias do Xisto, pertencentes ao concelho da Lousã…

Deixamo-nos perder pela imensidão de uma serra que nos abraça e tão bem nos recebe…

Candal serra da lousã
Vista privilegiada para a serra da Lousã.

Visitar todas as aldeias é obrigatório para conhecer a região, comece pelo Talasnal, passe pela Cerdeira e termine no Candal

O santuário de Nossa Senhora da Piedade, bem no alto, mergulhado pela praia fluvial de nossa senhora da piedade

Aconchegar a barriga com um fantástico cozido na broa feito com produtos regionais e com uma vista para a praia fluvial…

E ganhar forçar para poder subir até ao Castelo da Lousã

Aproveite e faça um percurso de bicicleta ou a pé pela Serra da Lousã, existem percursos marcados e sinalizados.

Para terminar visite toda a zona histórica da vila da Lousã e sinta a viagem há sua medida…

Não há nada mais reconfortante que uma viagem em que aprendemos a sua história e sobretudo os seus costumes…

Partirei com o sentido abraço de um dia regressar para te voltar a abraçar…

Perguntas frequentes dos visitantes:

Onde fica localizado o Palácio da Lousã?

O Palácio da Lousã está localizado na rua Viscondessa do Espinhal, precisamente no centro histórico da Lousã.

É possível visitar o palácio?

O Palácio da Lousã, neste momento, é um hotel, sendo que as suas visitas poderão ser condicionadas apenas a hospedes.

O que visitar no centro histórico além do Palácio da Lousã?

O centro histórico da Lousã tem muito para nos oferecer, não deixe de visitar:  Igreja de São Silvestre (Igreja Matriz); Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques; Na Rua das Forças Armadas, preste-se especial atenção às casas setecentistas conhecidas como Casas de Cima e de Baixo dos Almeida Serras; Ecomuseu da Serra da Lousã; Capela da Misericórdia.

Existe algum lugar próximo onde possa fazer um piquenique?

Na zona da praia fluvial de Nossa Senhora da Piedade, e mesmo junto ao castelo é uma boa opção para quem queira fazer um piquenique.

Possso adquirir uma fotografia do vosso blog?

Pode adquirir as fotografias, das viagens que fazemos, através do site Tapa ao Sal Fotografia.
Ao visualizar o álbum de fotografias que preparamos no artigo, pode escolher qual a fotografia que prefere, com os diferentes tipos de impressão e medidas.

Conheça a história do Palácio da Lousã, através deste álbum de fotografias:

Já conhece o Palácio da Lousã?

Comente o artigo e conte-me tudo…

E se gostou, partilhe com seus amigos!

Default image
Sofia
Apaixonada por gastronomia portuguesa e viagem. Adoro viajar pelos recantos mais escondidos de Portugal e provar as melhores iguarias portuguesas.
Artigos: 131

Deixe um Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.